Luc Besson diz que o Capitão América é 'propaganda': 'Está sempre aqui para mostrar a supremacia da América'

Luc Besson



Moviestore / REX / Shutterstock

Luc Besson não é o maior fã de filmes de super-heróis. O diretor 'Valerian', que já havia dito que acha difícil se relacionar com esses personagens, foi além em uma entrevista ao CinePop, chamando o Capitão América de 'propaganda' exclusivamente americana - e não de um jeito bom. Assista à discussão completa abaixo.



'O que mais me incomoda é que sempre está aqui para mostrar a supremacia da América e como eles são ótimos', ele disse. 'Quero dizer, qual país do mundo teria coragem de chamar um filme de 'Capitão Brasil' ou 'Capitão França'? Quero dizer, ninguém! Ficaríamos tão envergonhados e diríamos: 'Não, não, vamos lá, nós não podemos' fazer isso. Eles podem. Eles podem chamar isso de 'Capitão América'. e todo mundo acha que é normal. Não estou aqui para propaganda, estou aqui para contar uma história.



Apesar de seus problemas com o gênero, Besson fez um filme sobre um tipo de super-herói: 'Lucy', que protagoniza Scarlett Johansson como uma mulher que desenvolve habilidades psíquicas e inteligência sobre-humana após ingerir uma droga altamente avançada.

Burt Reynolds era uma vez em Hollywood





Principais Artigos

Categoria

Reveja

Recursos

Notícia

Televisão

Conjunto De Ferramentas

Filme

Festivais

Avaliações

Prêmios

Bilheteria

Entrevistas

Clickables

Listas

Videogames

Podcast

Conteúdo Da Marca

Destaque Da Temporada De Prêmios

Caminhão De Filme

Influenciadores